MENU

Comments (0) Consultoria de Moda

Menos é mais também no guarda-roupa

less-is-more

Menos é mais. O que precisamos é de escolhas certeiras que nos permitam flexibilidade. Acúmulo gera angústia e insatisfação.

Que tal nos vestir com consciência?

Aprendemos a nos vestir com as nossas mães. São elas que compram as primeiras roupas que vestimos e que geralmente escolhem o que vamos vestir por bons anos.

Buscamos ícones televisivos, modelos de revistas, alguém próximo que achamos interessante ou uma mulher que pensamos ser alguém que os homens desejam.

Fazemos as nossas compras e montamos o nosso guarda-roupa com base em informações externas, com o olhar e o julgamento dos outros. Isso até pode dar certo algumas vezes para algumas pessoas, mas no meio do caminho o que acontece é que a gente não investiga nossa identidade: o que gostamos de vestir, o que veste bem o nosso corpo, que cores gostamos.

Por vezes esquecemos de atualizar o guarda-roupa e nos desfazer do que já não tem utilidade e aquilo tudo fica entulhado e literalmente atrapalhando, tomando espaço mesmo físico e mental. Tudo isso traz um desconforto e um descontentamento com o guarda-roupa e a imagem que você no espelho quando se veste.

Está comprovado que se desfazer de coisas que compramos DÓI literalmente e principalmente quando damos porque compramos errado. Por isso, tendemos a guardar tudo e acumular peças e experiências desnecessárias.

Então, faça um exercício:

– conheça a si mesma
– eleja suas preferências

Depois:

– jogue fora o que já não se encaixa mais na sua vida.
– faça um roteiro do que ficou: roupas de trabalho, de passeio, de ginástica, de praia. De inverno, de verão.
– veja quantas calças e quantas blusas tem.
– veja as possibilidades que estas peças te dão e a partir dai faça uma lista do que precisa adquirir de imediato e que pode ser adquirido aos poucos.

Com este exercício vai entender como a relação com o seu guarda-roupa pode ser diferente!!