MENU

março, 2014
Archive

IMG_0185

740

Depoimento de cliente

autoestima, Consultoria de Moda, Depoimentos

março 9, 2014

IMG_0187

A Flávia foi uma das clientes mais interessantes que eu já tive. Acho que nos tornamos amigas antes mesmo de nos vermos pela primeira vez. Um exemplo de superação, de garra, de vontade de aprender, de se superar a cada dia. Cheia de vida, de atitudes positivas e de muito amor para dar.

A semana que passei em Viçosa, Minas Gerais, foi sem dúvida, uma das mais intensas da minha vida. Conheci mulheres incríveis, tive a chance de deixar o guarda-roupa delas mais interessante e ainda ganhei amigas que espero manter para o resto da vida.

E a Flávia resolver dar um depoimento de como ele viu a experiência da consultoria.

Imperdível!!

Por que resolvi fazer uma consultoria de moda?

No início, esperneei e tentei me refugiar na Filosofia tentando descobrir se era ou não “ético” ser julgada (ora absolvida, ora condenada) pela aparência. Já era! O inconsciente captou e julgou enquanto o ego fazia pirraça… Então achei mais sensato usar a aparência a meu favor e melhorar o tal “capital erótico”.

Comecei a ler as tradicionais “dicas para se vestir”: “disfarçar o quadril”, “disfarçar a barriga”, “disfarçar as coxas grossas”, “disfarçar o pescoço”…  Aff! Melhor colocar logo uma burca! Pensando bem, fazer uma consultoria de moda vai ser mais divertido! (e mais fresquinho que usar uma burca…)

Não sou magra, nem loira… Não tenho olhos claros, tampouco cabelos lisos…  E não tenho 20 anos de idade! Mesmo com toda a falta de imaginação dos criadores e mantenedores do tal “padrão de beleza”, resolvi me aceitar como sou e exercitar todos os meus talentos. Beleza é um deles!

IMG_0156_2

Eu mereço ser bela! Quando a natureza não ajuda, as habilidades da consultora de moda o fazem. É mais desafiador vestir elegantemente uma mulher “carnuda” do que uma top model! Outro detalhe: mulheres grandes, por ocuparem mais espaço no mundo (literalmente), devem zelar pela qualidade desse espaço: beleza sim! Bom gosto e estilo em grandes proporções!

IMG_0122

Eu mereço me cuidar! Todas as pessoas merecem, mas tenho um agravante: sou médica e professora de medicina. Levanto a bandeira do autocuidado para os pacientes e alunos. Nada mais justo que eu dar o exemplo: em tempos de doenças do corpo e da alma, mostrar que é possível cultivar a beleza, a delicadeza e a harmonia todos os dias.

Eu mereço me vestir com sofisticação! Algumas mulheres pensam que, por não terem o corpo que sonharam, podem se vestir com “qualquer coisa”. Nããão! Repito: o que a natureza não fez, uma roupa bem escolhida fará!

IMG_0159

Eu mereço ser amada! Por mim mesma e pelos outros. Claro que o autoconhecimento, a autoaceitação e o amor-próprio não são etapas definitivas na vida: acho que se assemelham a uma eterna “casca de cebola”, que vamos pacientemente explorando camada a camada…

Eu mereço ser feliz! A minha felicidade tem a ver com manifestar o máximo possível da essência no dia-a-dia. Por isso, o espaço que eu ocupo tem que me representar. Qual o espaço mais evidente para a alma se expressar do que o corpo?

IMG_0139

Por que busquei A consultoria de moda da Juliana Cordeiro do “Sem Espartilhos”?

Escolhi cuidadosamente uma pessoa que eu admirasse profundamente e em quem eu pudesse confiar. Encarei a consultoria como um processo terapêutico e a escolha do terapeuta é extremamente pessoal.

Há mais de um ano, descobri o Sem Espartilhos através de outro blog (o Sobre a Vida) e achei sua proposta bem interessante: a primeira frase já remete ao autoconhecimento e à reflexão. Escolhi a Juliana pela elegância e pelas roupas descomplicadas. Mais ainda, escolhi a Juliana porque ela lança um olhar amoroso sobre nós mulheres e nos inspira o aprimoramento da nossa autoestima. Com conhecimento, a roupa passa a expressar de forma inequívoca quem somos e o que queremos. Aí a moda vira uma dança envolvente e libertadora.

Detalhe: a Juliana (muito aventureira) se dispôs a viajar por quatro horas a partir do aeroporto de Confins até chegar a Viçosa-MG.

 Como foi durante a consultoria?

A consultoria coincidiu com meu período de férias e isso fez toda a diferença na minha dedicação ao processo. Senti medo da mudança, mas ansiava tanto por ela que a incorporei apesar de todos os receios. Meu armário era bem organizado e enxuto. Mesmo assim saiu muita coisa! Não senti dor na hora de tirar as peças do armário. A expectativa é sempre pior que o fato. No fundo eu pensei: “para cada peça que sai, entrará uma que tem mais a ver comigo”.

As compras: confesso que subestimei esta etapa. Nunca fui de comprar muita coisa de uma vez… E não imaginei que fosse encontrar em tão pouco tempo tantas peças lindas que me vestissem maravilhosamente bem! Agora sei comprar com mais critério (corte, caimento e acabamento) e estou mais atenta às possibilidades de combinações entre as peças.

E depois?

Fiquei mais elegante, sofisticada e confiante. Encontrei meu estilo: diva! Estou mais generosa comigo mesma e me cuido cada vez mais (até na alimentação!).

Como não existe fronteira corpo-mente-alma, uma vez aprendidas, as possibilidades do vestuário se manifestarão em todos os aspectos da vida.

O maior ganho fluiu junto: a amizade da Juliana (Ju)!!! Toda a minha gratidão a ela, que entrou na minha vida como profissional talentosa e cá permaneceu como pessoa maravilhosa.

Queridas leitoras do Sem Espartilhos, não esperem pelas circunstâncias “favoráveis” (muito menos pelas “ideais”): felicidade A-G-O-R-A! Nós todas merecemos.

Beijos!

Flávia (Flá)

IMG_0146

IMG_0170

IMG_0171

  IMG_0173

IMG_0175

IMG_0176

IMG_0177

IMG_0178

IMG_0179

IMG_0180

IMG_0181

IMG_0182

IMG_0183_2

IMG_0184

IMG_0185

A Flávia foi uma das clientes mais interessantes que eu já tive. Acho que nos tornamos amigas antes mesmo de nos vermos pela primeira vez. Um exemplo de superação, de garra, de vontade de aprender, de se superar a cada dia. Cheia de vida, de atitudes positivas e de muito amor para dar.

A semana que passei em Viçosa, Minas Gerais, foi sem dúvida, uma das mais intensas da minha vida. Conheci mulheres incríveis, tive a chance de deixar o guarda-roupa delas mais interessante e ainda ganhei amigas que espero manter para o resto da vida.

E a Flávia resolver dar um depoimento de como ele viu a experiência da consultoria.

Imperdível!!

Por que resolvi fazer uma consultoria de moda?

No início, esperneei e tentei me refugiar na Filosofia tentando descobrir se era ou não “ético” ser julgada (ora absolvida, ora condenada) pela aparência. Já era! O inconsciente captou e julgou enquanto o ego fazia pirraça… Então achei mais sensato usar a aparência a meu favor e melhorar o tal “capital erótico”.

Comecei a ler as tradicionais “dicas para se vestir”: “disfarçar o quadril”, “disfarçar a barriga”, “disfarçar as coxas grossas”, “disfarçar o pescoço”…  Aff! Melhor colocar logo uma burca! Pensando bem, fazer uma consultoria de moda vai ser mais divertido! (e mais fresquinho que usar uma burca…)

Não sou magra, nem loira… Não tenho olhos claros, tampouco cabelos lisos…  E não tenho 20 anos de idade! Mesmo com toda a falta de imaginação dos criadores e mantenedores do tal “padrão de beleza”, resolvi me aceitar como sou e exercitar todos os meus talentos. Beleza é um deles!

Eu mereço ser bela! Quando a natureza não ajuda, as habilidades da consultora de moda o fazem. É mais desafiador vestir elegantemente uma mulher “carnuda” do que uma top model! Outro detalhe: mulheres grandes, por ocuparem mais espaço no mundo (literalmente), devem zelar pela qualidade desse espaço: beleza sim! Bom gosto e estilo em grandes proporções!

Eu mereço me cuidar! Todas as pessoas merecem, mas tenho um agravante: sou médica e professora de medicina. Levanto a bandeira do autocuidado para os pacientes e alunos. Nada mais justo que eu dar o exemplo: em tempos de doenças do corpo e da alma, mostrar que é possível cultivar a beleza, a delicadeza e a harmonia todos os dias.

Eu mereço me vestir com sofisticação! Algumas mulheres pensam que, por não terem o corpo que sonharam, podem se vestir com “qualquer coisa”. Nããão! Repito: o que a natureza não fez, uma roupa bem escolhida fará!

Eu mereço ser amada! Por mim mesma e pelos outros. Claro que o autoconhecimento, a autoaceitação e o amor-próprio não são etapas definitivas na vida: acho que se assemelham a uma eterna “casca de cebola”, que vamos pacientemente explorando camada a camada…

Eu mereço ser feliz! A minha felicidade tem a ver com manifestar o máximo possível da essência no dia-a-dia. Por isso, o espaço que eu ocupo tem que me representar. Qual o espaço mais evidente para a alma se expressar do que o corpo?

Por que busquei A consultoria de moda da Juliana Cordeiro do “Sem Espartilhos”?

Escolhi cuidadosamente uma pessoa que eu admirasse profundamente e em quem eu pudesse confiar. Encarei a consultoria como um processo terapêutico e a escolha do terapeuta é extremamente pessoal.

Há mais de um ano, descobri o Sem Espartilhos através de outro blog (o Sobre a Vida) e achei sua proposta bem interessante: a primeira frase já remete ao autoconhecimento e à reflexão. Escolhi a Juliana pela elegância e pelas roupas descomplicadas. Mais ainda, escolhi a Juliana porque ela lança um olhar amoroso sobre nós mulheres e nos inspira o aprimoramento da nossa autoestima. Com conhecimento, a roupa passa a expressar de forma inequívoca quem somos e o que queremos. Aí a moda vira uma dança envolvente e libertadora.

Detalhe: a Juliana (muito aventureira) se dispôs a viajar por quatro horas a partir do aeroporto de Confins até chegar a Viçosa-MG.

 Como foi durante a consultoria?

A consultoria coincidiu com meu período de férias e isso fez toda a diferença na minha dedicação ao processo. Senti medo da mudança, mas ansiava tanto por ela que a incorporei apesar de todos os receios. Meu armário era bem organizado e enxuto. Mesmo assim saiu muita coisa! Não senti dor na hora de tirar as peças do armário. A expectativa é sempre pior que o fato. No fundo eu pensei: “para cada peça que sai, entrará uma que tem mais a ver comigo”.

As compras: confesso que subestimei esta etapa. Nunca fui de comprar muita coisa de uma vez… E não imaginei que fosse encontrar em tão pouco tempo tantas peças lindas que me vestissem maravilhosamente bem! Agora sei comprar com mais critério (corte, caimento e acabamento) e estou mais atenta às possibilidades de combinações entre as peças.

E depois?

Fiquei mais elegante, sofisticada e confiante. Encontrei meu estilo: diva! Estou mais generosa comigo mesma e me cuido cada vez mais (até na alimentação!).

Como não existe fronteira corpo-mente-alma, uma vez aprendidas, as possibilidades do vestuário se manifestarão em todos os aspectos da vida.

O maior ganho fluiu junto: a amizade da Juliana (Ju)!!! Toda a minha gratidão a ela, que entrou na minha vida como profissional talentosa e cá permaneceu como pessoa maravilhosa.

Queridas leitoras do Sem Espartilhos, não esperem pelas circunstâncias “favoráveis” (muito menos pelas “ideais”): felicidade A-G-O-R-A! Nós todas merecemos.

Beijos!

Flávia (Flá)

————————————

Quer saber mais sobre a consultoria??

Consultoria expressa

Consultoria completa

Consultoria compacta

Read article