MENU

Comments (0) Sapatos

Mules – tendência outono inverno 2017

Se vocês ainda não andaram olhando as vitrines das lojas de calçados, é um passeio que eu recomendo. Está de encher os olhos a quantidade de sapatos lindos espalhados por aí.

São os pezinhos ganhando destaque com todo tipo de calçado:  tênis com pedraria, oxfords metálicos craquelados, flatforms com gliter, metálicos, com salto colorido, mocassins e sandálias de veludo, sapatos de tecido bordado, botas de cano médio de verniz, mules forradas de pelos.

Parece até que a querida e clássica sapatilha perdeu lugar e virou sapato desatualizado.

O tema do post de hoje são as mules. Elas apareceram em todos os lugares: semanas de moda, nos pés das influenciadoras digitais, fashionistas e inundaram as vitrines das lojas de calçados mais antenadas.

Só para a gente saber do que se trata, as mules, por definição, são aqueles calçados sem calcanhar, tradicionalmente fechados na parte da frente, com ponta fina ou arredondada com ou sem salto. Ah, vocês sabiam que as primeiras mules aparecem no século XVI e que no século XX eram calçados associados à prostitutas? Marilyn Monroe quebrou esta reputação nos anos 50 e ajudou a popularizar o calçado.

Ela volta à moda toda repaginada com versões metalizadas, bordadas, com pedraria, veludo, nobuk, estampadas. Enfim, tem para todos os gostos.

Image result for designer mules

Related image

Image result for prada mules

Image result for gucci mules

À principio pode causar estranheza (como tudo que é novo) e aí de tanto a gente ver, o olho se acostuma e começamos a achar legal.

E agora, como a gente faz para adaptar o que a gente vê nas vitrines, nas passarelas e nas revistas para a nossa realidade?

A primeira impressão que a gente tem quando vê é que ela vai sair do pé. A sensação logo que a gente prova também é esta, mas quando a gente caminha, nota que era só impressão mesmo.

Como a mule é um calçado fechado na frente, outra sensação é a de achatamento. O bico fino compensa um pouco porque dá a impressão de alongamento. Um contrapõe o outro.

É legal usar com calças skinny ou cropped. Nunca com flare ou calças bootcut (a não ser a que tem salto, como a dourada da foto de capa do post).

E claro, com vestidos ( eu já vesti com curto, midi e longo) shorts, bermuda de alfaiataria.  É um calçado bem versátil e tem de todos os preços viu!?

Eu adotei porque me atende super bem neste momento da minha vida com a maternidade. Nina está com 4 meses e meio e eu só uso salto muito de vez em quando.

O legal é que com a mule a gente entende que não precisa usar salto para se sentir elegante, poderosa, sexy, adequada.

Dá para a gente sentir assim quando é honesta conosco, quando reconhecemos o nosso estilo e o vestimos com propriedade, com segurança.

Ó, chega em frente a um espelho, faz uma pose de poder e se admire. Amor próprio também vem com treino.

muledourada

muledourada1

a mule está escondidinha aqui mas é a mesma da foto acima, viu?

muledourada2

muleonça

esta mule de onça e a metálica bronze que vem logo abaixo são mais fechadas e carregam um pouco mais o look, dando um ar mais dramático. Eu gosto de contrapor com peças bem femininas ou de jogar outra peça masculina como a camisa que usei neste que, aliás, é do meu marido.

muleonça1

muleouro

aqui eu joguei a mule mais pesadona com uma camisa de babados, super feminina.

muleveludo

a mule de veludo dá um ar sofisticado

muleperola

esta mule deixa qualquer look mais feminino e mais romântico. A cor, o veludo e as pérolas são responsáveis por este impacto.

———————————————-

Outros posts sobre calçados:

Use rasteira no trabalho

Com que calçado posso usar meia-calça?

Como se aquecer no frio

Sapatos, como guardar?

Quando um sapato é uma boa escolha?

 

Outros posts que você pode gostar:

Como aumentar o volume da silhueta

Guarda-roupa capsula

Como usar roupas elegantes e confortáveis

 

————————-

Tem um canal de videos no youtube também, corre lá:

Sem Espartilhos