MENU

felicidade
Tag Archive

arvoredavida

652

Tenha uma existência significativa

Depoimentos

maio 15, 2013

arvoredavida

Eu roubei esta frase do amado Frederico Mattos porque acredito que quando a gente é feliz de verdade, tem um projeto e um propósito de vida, realiza, a vida vai nos presenteando, ficando mais leve e conseguimos valorizar cada uma das nossas conquistas e olhar a conquista dos outros com admiração.

O que me levou a escrever este texto foi o depoimento de uma leitora querida. Olha só o que ela disse:

Você tenta mudar o estilo que as pessoas por ano estão acostumadas. Você se sente bem, feliz… Aí vem um fdp que diz a seguinte frase: queria saber qual é o Ricardão responsável pela mudança, porque ultimamente você anda muito arrumada! Detalhe: sou muito bem casada. Broxante! Fiquei sem resposta na hora. Uma pena.

A princípio eu achei que o boicote vinha do marido dela, que estava com cuímes porque ela esta se cuidando mais e por consequência, mais bonita. Aí, ela me esclareceu que o comentário veio de uma amiga que conhece muito bem o marido dela e sabe que é bem casada.

Bem chato isso né!!??? O que eu queria ver é mulher dar a mão, ajudar de verdade, incentivar e realizar. Ficar olhando o sucesso dos outros e mal dizendo é atraso de vida.

Infelizmente as mulheres são bem invejosas, no geral lidam mal com o sucesso das amigas. Ao invés de admirar, elogiar e seguir o exemplo, elas ofendem, fazem comentários maldosos e diminuem o nosso esforço e o nosso resultado com um: pra quê?

O legal deste depoimento é que esta leitora procurou a mudança em primeiro lugar para ela, para o seu próprio bem-estar. Ela não usou uma motivação externa para melhorar o visual. A necessidade veio de dentro.

Só sente inveja quem está infeliz, olhando para a grama do vizinho. Faça uma experiência: experimente realizar, fazer algo em benefício próprio, parar de se comparar. Estabeleça metas reais, cumpra estas metas. Se presenteie a cada meta cumprida. Se cuide, arrume seu guarda-roupa físico e interior. Esbanje felicidade.

Beijos.

P.S: Se você não é invejosa, desconsidere este texto. ;-)

Read article

Como viver uma vida feliz por Frederico Mattos

Comportamento

junho 10, 2012

Podemos ter mil definições do que seria uma vida feliz, eu tenho uma só, uma vida que tenha um real significado para si mesmo e para os outros. Nem egocêntrica e nem expiatória para quem se dedica só para os outros. Não é sinônimo de alegria e nem de dinheiro no bolso, mas uma certa fluidez cotidiana que pode incluir momentos difíceis.

Existem qualidades para se cultivar uma vida feliz que simplesmente ignoramos porque confundimos felicidade com relacionamento amoroso, sucesso profissional, fama, dinheiro ou vitórias sucessivas em todas ações. Isso é restritivo, pois a felicidade pode incluir tudo isso, mas não se restringe a isso.

1. Abertura para o novo: pessoas que adoram repetir clichês, reproduzir fórmulas prontas, seguir padrões familiares e ser papagaio de pensamentos prontos tem grandes chances de ficar no mesmo. Pessoas felizes (sim, elas existem) sempre arranjam um jeito de circular para além dos seus limites. Não se conformam em ficar no lugar comum, portanto, atingem as pessoas à sua volta para além do conhecido. [leia mais]

2. Disponibilidade em aprender: a teimosia em insistir na própria opinião e não “largar o osso” é própria de gente tacanha. Para muitos, basta ter uma opinião para achar que ela é a verdade final. Pessoas felizes estão sempre se aperfeiçoando, fazendo cursos, lendo estilos diversas, apliando repertório musical, vestindo roupas novas [leia mais] e inventando moda. Pessoas extremistas e radicais tem baixo potencial de felicidade, são chatas, querem corrigir todo mundo,  afinal querem ter razão em tudo.  [leia mais]

3. Pensamento pró-ativo: pessoas que reclamam das circunstâncias, acusam os outros e fazem fofoca estão no círculo dos fracassados. Pessoas felizes olham para frente, produzem, criam, realizam e empreendem e não perdem tempo falando do vizinho chato, do companheiro de trabalho preguiçoso, do parente mau-humorado e do marido/esposa implicante. Gastam pouco tempo com gente assim, só o suficiente para deixar uma pérola e seguir em frente. Não ficam passivas na situação, seguram o leme da vida em suas mãos. [leia mais]

4. Sensatez: quem acredita em conto de fadas, mundos perfeitos e uma realidade sem sujeira ou defeitos está mais propenso a ser amargurado. Um mundo repleto de paz, amor e felicidade não é a ambição de uma pessoa feliz e madura, pois ela já sabe que a natureza humana tem algo de inacabado, desejoso e caótico. Pessoas excessivamente otimistas estão muito próximas das pessimistas, pois são puristas. O realista e feliz convive muito bem com luz e sombra no mesmo ambiente, sem moralismo. [leia mais]

5. Resiliência: os acostumados a fazer as coisas só quando tudo vai bem, quando recebem aplausos ou quando dá prazer estão na extensa fila dos infelizes. Pessoas felizes tem uma persistência saudável de quem sabe que a felicidade não é resultado de impulsividade ou empolgação momentânea. Nem sempre contamos com condições ideais ou favoráveis, e esperar por elas é sinal de mimo ou perfeccionismo. Dia de sol ou de chuva ele está lá, com ou sem apoio dos outros e com um sorriso no rosto. [leia mais]

6. Vivacidade: dificilmente verá uma pessoa feliz sem energia. Na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza você verá um brilho nos olhos e o peito cheio de vida. Acostumados a encarar de frente tem uma certa firmeza leve e suavemente altiva, não se abatem com pouco. [leia mais]

Quando você encontrar alguém assim, aprenda com ela, copie na cara dura, se inspire, ofereça algo de si para que ela aumente ainda mais o seu campo de ação. Até que por fim você próprio se perceba mais feliz do que antes carregando um sorriso na alma. Livre e sem espartilhos.

_________________

Fique por dentro do Sem Espartilhos

Pessoas com estilo vivem melhor?

Consultoria de Moda

Como eu sinto a moda

Peças-chave: lista clássica

Edite seu guarda-roupa: o que eu preciso?

Estilo

Palavra de Michael Kors

Palavra de Jason Wu

Os muitos nomes da moda

Pessoas com estilo vivem melhor?

Série estilo em 13 postagens

Homens: guarda-roupa flex

Edite seu guarda-roupa 4

Armadilha das compras

Seja sua própria musa

Capital Erótico – Visual

Luzes Californianas

Read article

Seja feliz! por Mariza Cordeiro

História

maio 19, 2012

Autor desconhecido

Passamos a vida em busca da felicidade

Procurando tesouro escondido.

E assim, uns fogem de casa para serem felizes.

Outros fogem para casa em busca da felicidade.

Uns se casam pensando em serem felizes.

Outros se divorciam para serem felizes.

Uns desejam viver sozinhos para serem felizes.

Outros desejam possuir uma grande família a fim de serem felizes.

Uns fazem viagens caríssimas buscando serem felizes.

Outros trabalham além do normal buscando a felicidade.

Uns desejam ser profissionais liberais para comandar a sua própria vida e poderem ser felizes.

Outros desejam ser empregados para ter a certeza do salário no final do mês e, assim poderem ser felizes.

Outros, ainda, desejam trabalhar por comissão, assegurando que o seu esforços e transforme em melhor remuneração e assim serem felizes.

É uma busca infinita.

Anos desperdiçados.

Nunca a lua está no alcance da mão.

Nunca o fruto está maduro.

Nunca o carinho recebido é suficiente.

Mas, há uma forma melhor de viver!

A partir do momento em que decidimos sermos felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim.

É que percebemos que a felicidade não está na riqueza material.
Na casa nova, no carro novo.

Naquela carreira, naquela pessoa.

E jamais está à venda.

Quando não conseguimos achar satisfação dentro de nós mesmos,
é inútil procurar em outra parte.

Sempre que dependemos de fatores externos para ter alegria,
estamos fadados a decepção.

A felicidade, não se encontra nas coisas exteriores.

A felicidade, consiste na satisfação com o que temos e com o que não temos.

Poucas coisas são necessárias para fazer o homem sabio feliz,
ao mesmo tempo em que nenhuma fortuna satisfaz a um inconformado.

Tenhamos certeza:

A única fonte de felicidade está dentro de nós, e deve ser repartida.

Repartir nossas alegrias, é como espalhar perfumes sobre os outros:

Sempre algumas gotas acabam caindo sobre nós mesmos.

Se chover, seja feliz com a chuva que molha os campos, varre as ruas e limpa a atmosfera.

Se fizer sol, aproveite o calor.

Se houver flores em seu jardim, aproveite o perfume.

Se tudo estiver seco, aproveite para colocar as mãos na terra, plantar sementes e aguardar a floração.

“O tempo é muito lento para os que esperam,
muito rápido para os que têm medo.
muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas para os que amam
O tempo é eternidade.”

___________________

Read article

A felicidade e o tempo por Mariza Cordeiro

Comportamento, História

abril 14, 2012

 

 

Autor Desconhecido

Oi! Muito prazer!

Meu nome é felicidade. faço parte daqueles que têm amigos, pois ter amigos é ser feliz.

Faço parte da vida daqueles que acreditam que ontem é passado, amanhã é futuro e hoje é uma dádiva. Por isso se chama presente.

Faço parte da vida daqueles que acreditam na força do amor, que acreditam que para uma história bonita, não há ponto final.

Sou casada, sabiam? Sou casada com o tempo.

Ah! meu marido é lindo!

Ele é responsável pela resolução de todos os problemas, cura machucados, vence a tristeza…

Juntos, eu ( felicidade) e o tempo tivemos três filhos: a amizade, a sabedoria e o amor.

A amizade é a filha mais velha, uma menina linda, sincera e alegre.

A amizade brilha como o sol, une as pessoas, pretende nunca ferir, sempre consolar.

A do meio á a sabedoria. Culta e íntegra, sempre foi mais apegada ao pai, o tempo.

A sabedoria e o tempo andam sempre juntos!

O caçula é o amor. Ah!, como esse me dá trabalho!

É teimoso. Ás vezes, só quer morar em um lugar.

Eu vivo dizendo:
-Amor, você foi feito para morar em dois corações, não apenas em um.

O amor é complexo, mas é lindo, muito lindo.

Quando ele começa a fazer estragos, eu chamo logo o pai dele, o tempo, e aí o tempo sai fechando as feridas que o amor abriu!

Uma das pessoas mais importantes na vida me ensinou uma coisa:
- Tudo no final, sempre dá certo. Se ainda não deu, é porque não chegou ao fim.

Por isso, acredite sempre na minha família, acredite no tempo, na amizade, na sabedoria e, principalmente, no amor.

Aí, quem sabe um dia, eu, a felicidade, não bato á sua porta?

____________________

Você vai gostar de ler:

Convite à loucura

O laço e o abraço

A cor da saudade

Mosteiro de Sumela 

Read article