MENU

sensualidade
Tag Archive

Marilyn Monroe

1251

Sensualidade é coisa de gente oferecida por Frederico Mattos

Comportamento

fevereiro 7, 2013

Já ouvi de muitas mulheres a ideia de que passaram a renegar a sua sensualidade depois que namoraram ou casaram. Quando solteiras elas deixam sua sensibilidade sexual à flor da pele deixando cabelos arrumados, unhas feitas, corpo em dia, sorriso nos lábios e uma leve safadeza no traquejo pessoal.

No entanto, quando conseguem roubar o coração de um homem imaginam que devem gradualmente – na medida que avança e se aprofunda o relacionamento -  abandonar qualquer tipo de comportamento que envolva esse tipo de postura pessoal. Agem como freiras para garantir o respeito.

Elas enterram a leoa que habita o seu corpo e sua alma. Renegam seus desejos, fecham os olhos para a beleza que caminha pelo mundo e apagam qualquer traço de feminilidade que não se enquadre no perfil mamãe-esposa.

É estranha essa postura que resvala num moralismo retrógrado. Já vi muitas mulheres se afastarem de grandes amigas depois que namoram para impedir que o namorado/marido conviva com a companheira solteira. Note a sutileza do mecanismo, ela própria enterrou seu sex appeal a fim de se mostrar exclusiva e guardada para o parceiro ciumento. Então na hora que precisa conviver com a amiga que não tem a obrigação de se apagar (como ela fez) acaba excluindo do seu convívio alguém que quer bem por temer ser comparada. Ela se nivela por baixo.

Se tivesse se aplicado em manter sua vivacidade (fiel ao parceiro) esse temor não iria perturbar tanto.

No caso do dinheiro, se você deixa claro o poder aquisitivo que tem isso não quer dizer que esteja oferecendo uma nota de R$100,00. Se estiver falando de algo que conheça também não quer dizer que ninguém seja obrigado a engolir seus conhecimentos. Do mesmo modo, se mantiver sua  sensualidade viva  não quer dizer que esteja oferecendo seus dotes sexuais para você.

Estranhamente todos nós, principalmente no Brasil, sustentamos esse tipo de moralismo bobo à pretexto de sermos bons e corretos. Mas não consigo pensar quantos relacionamentos não seriam poupados daquele tipo de esfriamento matrimonial se suportassem o fogo das tentações e as paranóias ciumentas e permitissem que o parceiro sorrisse o quanto quisesse e mantivesse o tipo de roupa que sempre gostou de usar.

Como diz o ditado “sou simpático, não estou te dando mole”. Portanto, perpetuar a lógica machista que prega que se uma mulher sorri ela quer transar.  Se ela foi simpática e naturalmente sensual não quer dizer que se ofereceu a ninguém.

________________________

Frederico Mattos é um homem apaixonado, sonhador nato, psicólogo provocador, escritor de um não best-seller e empresário. Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas medita, faz dança de salão, Muay Thai, lava pratos e escreve no blog Sobre a vida. No twitter é@fredmattos.

__________________

Use as suas armas de maneira saudável:

Capital Erótico – Beleza

Capital erótico – sensualidade

Capital erótico – habilidades sociais

Capital Erótico – Vivacidade 

Capital Erótico – Visual

Capital Erótico – Sexualidade 

Seja sua própria musa

 

Dicas para escolher melhor seu guarda-roupa

Edite seu guarda-roupa 1; limpe seu guarda-roupaEdite seu guarda-roupa 2: o que eu tenho

 Edite seu guarda-roupa 3: o que eu preciso

Edite seu guarda-roupa 4: o que eu quero 

Misturando tudo

Como ter roupas necessárias?

Jornada: um homem vestindo a sua alma- parte 1 Jornada: um homem vestindo a sua alma – parte 2

Jornada: um homem vestindo a sua alma – parte 3  

 

Read article

Capital erótico; quais são as suas armas?

Comportamento, Conceito, Consultoria de Moda

julho 13, 2012

 

Pessoal, texto meu sobre o Capital Erótico para o Papo de Homem. Imperdível. Beijos

 

Capital erótico: quais são as suas armas??

Read article

Capital erótico: Habilidades Sociais

beleza, Comportamento

abril 4, 2012

Ele não é exatamente bonito, mas...

 

Os  componentes do capital erótico são 6:

1- Beleza

2- Sensualidade

3- habilidades sociais

4- Vivacidade 

5- Apresentação Visual

6. sexualidade.

Já falei de dois elementos do capital erótico: a beleza e a sensualidade. Hoje vou falar um pouco sobre o terceiro: o elemento social

Me fascina ver uma pessoa exercitando este elemento do capital social, há uma arte de sedução, magnetismo, atração nas pessoas que dominam a conquista, seja ela de um cliente novo, o fechamento de um negócio, um beijo ganho.

 

 

Charme, simpatia, graça, a habilidade de fazer as pessoas gostarem de você, se sentirem a vontade, quererem te conhecer e o mais importante, te desejar é o que resume o elemento social do capital erótico.

O desejar pode ser a vontade de ter esta pessoas por perto como parceiro de negócios, ou um funcionário, seja na vida pessoal, como um amigo ou um relacionamento amoroso.

O fato é que o capital erótico é um importante patrimônio para quem tem menos capital financeiro, social e humano, como os jovens.

Começa literalmente no berço. Crianças bonitas e o impacto de sua beleza é visível desde sempre. Elas cresçem em um ambiente mais amistoso e desenvolvem seu capital erótico desde cedo.

Os outros capitais levam muito mais tempo para serem adquiridos.

Pais ricos não podem garantir que seus filhos nasçam lindos, saudáveis e sexy, já o capital erótico é independente de qualquer classe social e oferecem uma maneira de atingir um nível social mais alto e fortuna.

Segundo a socióloga Catherine Hakim: “A maior razao pela qual o capital erótico tem sido ignorado é o fato da elite nao conseguir monopoliza-lo, entao é de seu interesse marginalizá-lo.”

O que vocês acham?

Na próxima quarta falaremos da vivacidade, outro elemento do capital erótico.

_________________

Leia também

Capital Erótico – Beleza

Capital erótico – sensualidade

Capital erótico – habilidades sociais

Capital Erótico – Vivacidade 

Capital Erótico – Visual

Seja sua própria Musa

Mulheres incríveis

Minhas peças Paixão

O que significa estar na Moda?

Read article

Capital Erótico: Sensualidade

beleza, Comportamento

março 28, 2012

Katherine Zetha Jones

Quanto mais eu leio a respeito deste tema, mais fascinada eu fico. Com base no trabalho da socióloga Catherine Hakin, escrevo o post de hoje.

Já disse na primeira postagem da série Capital Erótico: Beleza (leia mais),  que em um recente estudo, o capital erótico entrou como a quarta habilidade para o sucesso ao lado do capital financeiro, do capital humano e do capital social.

Falei também que o capital erótico é uma mistura de atração física (beleza, apelo sexual, vivacidade, apresentação, charme e sexualidade) + habilidade social.

Pessoas lindas atraem para si amigos, amantes, seguidores, clientes, fãs, patrocinadores, eleitores São mais bem-sucedidos na vida privada, mas também na política, nos esportes, nas artes e nos negócios.

A beleza foi o tema da primeira, hoje falarei da sensualidade, sex appeal ou apelo sexual. Lembramos que estes conceitos variam de acordo com o período histórico e a cultura de cada lugar.

Enquanto a beleza refere-se ao rosto, a sensualidade tem a ver com o corpo. A beleza é estática e, por isso, facilmente capturada por uma imagem. Pessoas de rosto bonito, não são necessariamente sensuais, porque aqui entra o movimento, a atitude, a personalidade, a fala, o olhar. E aqui a captura precisa de vídeo.

Me lembrei do filme O turista pela beleza e sensualidade estonteante da atriz Angelina Jolie particularmente em algumas cenas. Encontrei um video que mostra bem o poder do capital erótico e como a personagem dela sabe usá-lo.

Angelina Jolie em “O Turista”

Observem a maneira como ela caminha, olha, sorri, observa. Tudo é calculado para impressionar. As jóias, o cabelo (eu particularmente não gostei) e o vestido ajudam também a compor o capital erótico e entram na categoria apresentação.

Está claro que a indústria do entretenimento sabe da lucratividade do capital erótico há MUITO tempo. Nunca se viu tamanha exposição de beleza. É fato que neste tipo de negócio, ser atraente, comunicativo, sensual e lindo é o fator de seleção e as outras habilidades treinadas.

A pergunta é sabendo-se da habilidade do capital erótico e da lucratividade que representa no show business porque é que não se reconhece explicitamente o mesmo em outros negócios como um agregador ao capital humano, financeiro e social?

Segundo Catherine, “O capital erótico expõe um aspecto da vida onde mulheres indubitavelmente levam vantagem sobre os homens, reforçado pelo deficit sexual masculino. É uma vantagem que os homens até agora se recusam a admitir.”

O que vocês acham?

A discussão será aberta na minha página do face, quem quiser participar é só me adicionar, (clique aqui).

Na próxima quarta-feira, a terceira postagem sobre Capital Erótico: Habilidades Sociais

Beijos.

________________

Leia também

Capital Erótico – Beleza

Capital erótico – sensualidade

Capital erótico – habilidades sociais

Capital Erótico – Vivacidade 

Capital Erótico – Visual

Seja sua própria musa

Como deixar seu cabelo do jeito de sua personalidade – visagismo

 

 

 

 

 

Read article

Como você veste sua lingerie?

Comportamento, Confissões, Dicas, Moda

março 18, 2012


Eu considero a minha lingerie parte fundamental do meu vestuário. Elejo as minhas pelo conforto e pela maneira que elas vestem em mim. Isso mesmo, elas é que me vestem.

As minhas favoritas disparadas são as da Victoria’s Secret. Gosto de tudo:

Do tecido pela suavidade com que toca a pele.

Das cores: a marca tem de todas as cores imagináveis. Lisas ou estampadas. Cores sóbrias e vibrantes.

Dos modelos: eles tem uma que eu adoro que chamam de hiphugger, que em português, quer fizer “que abraçam o quadril” e entregam o que prometem. Eu me sinto abraçada por elas.

A outra eleita é a cheeky. Não sei porque escolheram o nome de bochechuda para este modelo. O que eu sei é que elas dão uma bela desenhada no bumbum.
Pra mim, a lingerie tem que estar imperceptível ao corpo. Como se nem estivesse ali e, ao mesmo, quando nos desnudamos se fazer presente, realmente como um adorno.
Neste momento e só neste momento ela deve brilhar!!!!
Beijos!!!

Read article