MENU

transformação
Tag Archive

Sapatos Fascinantes, por Carmem Munhoz

Acessórios, Arte, beleza, Design, Estética, Estilistas, Estilo, História, Luxo, Moda, Sapatos

setembro 28, 2012

 

Arielle Dombasle em ensaio fotográfico para 20 anos de Christian Louboutin

Invocando o fetiche pelos sapatos femininos Christian Louboutin criou um vídeo muito especial para comemorar os 20 anos da marca. Recheado de inovação, criatividade, ousadia, glamour e idealização fetichista o vídeo, que na verdade é o making off do ensaio fotográfico, mostra o poder que um par de Louboutin pode proporcionar a quem o usar.

Acostumado a desenhar calçados desde criança (aos 15 anos desenhou calçados para dançarinas) o designer francês cria sapatos que deixa as mulheres incrivelmente femininas.

As famosas solas vermelhas laqueadas são como uma assinatura do designer. Também marcam os passos da mulher que os usa, pois como um perfume, deixam um registro visual puxando os olhares para  acompanhar o seu caminhar.

Ficheiro:Louboutin altadama140.jpg

Christian Louboutin

Ficheiro:LagguageShoe by ChristianLouboutin.jpg

Christian Louboutin

Christian Louboutin

 

As mulheres anseiam por um visual que chame a atenção para sua feminilidade. Os homens são atraídos por corpos que se insinuam. Os sapatos de salto alto são as ferramentas perfeitas para o sutil jogo da sedução.

Outro criador de sapatos fascinantes é Manolo Blahnik. O espanhol foi nomeado Designer de Acessórios do Ano pelo Conselho Britânico de Moda em 1990 e 1999.  “Um belo par de Manolos é melhor que sexo”, disse Madonna. “Claro, dura muito mais”, completou o estilista. Sarah Jessica Parker era uma “viciada em Manolo” no seriado Sex and the City, onde interpretava a protagonista Carrie Bradshaw. Na vida real, se tornou sua melhor garota-propaganda.

Ficheiro:Manolo Blahnik.jpg

Manolo Blahnik

Manolo Blahnik

Manolo Blahnik

 

Já o estilista Jimmy Choo acredita que não é preciso ter dinheiro para ser elegante, porém afirmou que “as pessoas pagam o que eu pedir por uma criação minha”. Realmente seus sapatos são considerados obra de arte. Malasiano radicado na inglaterra, diz que é preciso compreender a mulher antes de desenhar para ela. O peculiar designer sustenta hoje um império do luxo avaliado em US$ 800 milhões.

“A princesa Diana era uma mulher insegura. Achava seus pés feios e não usava sandálias de jeito nenhum”, revelou em entrevista para a ISTOÉ.

img1.jpg

Jimmy Choo chaussures luxe femme

Jimmy Choo

 

Outros designs de sapatos fascinantes:

 

Design Alexander McQueen

 

 

Miu Miu chaussures femme luxe discount

Design Miu Miu

 

dior

Dior

 

Sapatos são fascinantes, bem sabe Cinderela!

 

 

beijos e até a próxima!

 

————————

Carmem Munhoz é artista plástica, arte-educadora, artesã, ilustradora, pesquisadora e designer de bijus, mãe, esposa, mulher. Ama a vida, a família, seus alunos, e pela arte é apaixonada desde pequena. Algumas das bijus da Carmem podem ser encontradas clicando neste link ou no facebook.

 

Carmem Munhoz no Sem Espartilhos:

A história das bolsas – parte 1

A história das bolsas – parte 2

A história das bolsas – parte 3

A história das bolsas – parte 4

A história das bolsas – parte 5

A história das bolsas – parte 6

A história das bolsas – parte 7

A história das bolsas – parte 8

A história das bolsas – parte 9

Minha história com o crochê

Como usar um maxi colar

Fashion Rio

 

Mais sobre sapatos:

Como guardar seus sapatos 2

Sapatos: como guardar

 

Mais sobre bolsas:

Eu preciso de uma bolsa de marca?

Como guardar suas bolsas

 

Sobre manutenção:

A importância do armário organizado

Como guardar suas roupas

Como guardar suas roupas: fotos

Como guardar seus sapatos

Como guardar suas bolsas

Guarda-roupa planejado

 

Read article

Peeling de Diamante por Solange Kawlowski

beleza, Estética, Maquiagem, Tipo Fisico

setembro 18, 2012

 

Eu já tive muitas dúvidas acerca de peeling e os peelings de ácido são muito agressivos para a minha pele. Por este motivo pedi que a a Solange voltasse para explicar o que é o peeling de diamante e o que ele faz pela pele.

—————–

Olá pessoal,

Hoje vou falar de um aparelho que adquiri no ano passado e que tenho obtido muito bons resultados nas peles de minhas clientes. É o peeling de diamante.

O peeling de diamante nada mais é do que um tipo de dermoabrasão que tem como função remover as células mortas, melhorar a circulação sanguínea, estimular a produção de colágeno, elastina e ácido hialurônico, tornando a pele mais elástica, suave e fresca.

É uma espécie de caneta com uma ponteira de diamante, que vai sendo passada sobre a pele. O procedimento do peeling diamantado não requer qualquer tipo de recuperação permitindo que os clientes retornem imediatamente para seu trabalho diário e atividades sociais. Apenas é necessário ficar mais atento com o cuidado em lidar com a nova pele. Durante esse período faz-se necessário o uso de protetor solar, evitanto ficar próximo a objetos muito quentes ou ficar exposto à luz solar direta.

Eu utilizo o peeling após a limpeza de pele, nas hidratações faciais, tratamentos de manchas, rugas, sempre associado aos produtos específicos para cada caso e o resultado é excelente!

Tenho tido também bons resultados nos tratamentos das estrias, tanto nas novas eliminando-as totalmente, como nas antigas, diminuindo bastante a visibilidade. O método é indolor, mas não se deve tomar sol no local durante uns 3 meses.

O ideal são 10 sessões a cada 15 dias ou até após um mês, tudo dependendo do tipo de pele e problema a ser tratado!!!
Beijos

——————–

Solange Kawlowski é  esteticista holística formada na Alemanha, psicoterapeuta transpessoal e bioenergética. Mãe de 3 filhos, mulher vegetariana que adora fazer retiros de autoconhecimento e meditação. Entrem no site e conheçam um pouco mais do trabalho dela: http://www.belezaeconsciencia.net/

_____________________________

 

Cuide da sua pele:

Limpeza de pele

Drenagem linfática

 

Conheça o seu corpo:

1. tipo físico ideal

2. tipo físico triângulo

3. tipo físico triângulo invertido

4. tipo físico redondo ou oval

5. tipo físico retangular

6. tipo físico ampulheta

7. tipo físico diamante

Resgate-se pela moda

Seja sua própria musa

Como ser a sua própria musa

Estilo

10 passos para realizar uma grande mudança por Frederico Mattos

 

Sobre o Capital Erótico:

Capital erótico – entrevista de emprego

Capital Erótico – Beleza

Capital erótico – sensualidade

Capital erótico – habilidades sociais

Capital Erótico – Vivacidade 

Capital Erótico – Visual

Capital Erótico – Sexualidade 

 

Sobre Consultoria de Moda:

Armadilha das compras

 

Como guardar as suas peças

Cabides

Como guardar suas roupas

Como guardar suas roupas: fotos

Como guardar seus sapatos

Como guardar suas bolsas

Guarda-roupa planejado

Read article

Milho de Pipoca por Mariza Cordeiro

História

maio 26, 2012

Autor
Rubens Alves
(Do livro: O Amor que Acende a Lua)

Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre.

As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo.

Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira.

São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosas.

Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser.

Mas, de repente, vem o fogo.

O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor.

Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre.

Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio:

Apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui… Com isso , a possibilidade da grande transformação também.

Imagino a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente.

Pensa que sua hora chegou: Vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si m uesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si.

Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada pra ela. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz.

Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação
BUM!

E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado. Bom, mas ainda temos o piruá, que o milho de pipoca que se recusa a estourar.

São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira.

Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria a ninguém.

Em vez de sofrer pelas modificações que ainda não consegue, sinta-se grato pelas mudanças que já realizou.

 

________________________

Não deixa de ler:

Seja feliz!!

O dia-a-dia e um saco de balas

Anjinho distraído

Convite à loucura

O laço e o abraço

Mulheres incríveis

Como eu sinto a moda

Estilo

Pessoas com estilo vivem melhor?

Série estilo em 13 postagens

Estilo Clássico

Estilo Romântico

Estilo Sexy

Capital Erótico – Beleza

Capital erótico – sensualidade

Capital erótico – habilidades sociais

Capital Erótico – Vivacidade 

Capital Erótico – Visual

Capital Erótico – Sexualidade 

Seja sua própria musa

 

Read article

E se tudo mudasse num piscar de olhos??? Por Olavo Tenório

Arte

março 22, 2012

A frase «Ele tá lá o tempo todo, só olhando… olhando…olhando…» dita por alguém da família se tornou uma piada lá em casa, ela ilustra a incompreensão que as pessoas tem sobre a prática da reflexão pelo olhar.

Olhar é reconhecer, o olhar atento apreende o objeto observado tornando-o assim uma parte do próprio observador. Como um espelho em que o lado de lá não é uma réplica.

Existe um conceito de Leonardo Da Vinci em que tentáculos saem de dentro de nossos olhos e se espalham como fios de luz que nos ligam aos objetos do mundo.

Esses fios-tentáculos de luz descritos por Leonardo percorrem um caminho de mão dupla, na forma de um fluxo incessante segue para o interior de nosso cérebro e depois de processado é relançado de volta passando por nossos olhos, mãos, pele e poros.

Nosso corpo é o mais sofisticado dos instrumentos artísticos, ele se torna uma ferramenta de criação quando damos ouvidos à nossa sensibilidade.

Praticar a sensibilidade de nossos corpos se torna um vício sublime, pois sublime é o desejo preenchido com a realização em que tudo parece ser poesia.

Mentira, as vezes não tem nada de poesia, e sim uma grande angústia entre as duas margens do rio. A brincadeira não estaria pronta se não houvesse o choque incessante do cotidiano, não haveria razão se não houvesse a loucura.

Uma noite dessas estava pronto para adentrar no escuro e confortável mundo do sono quando vem até mim a inusitada imagem do Olavo velhinho com seus oitenta e poucos anos, foi simplesmente maravilhoso, tive uma sensação de desvencilhamento. Uma leveza no corpo, como se houvesse sido desamarrado da responsabilidade de ter que provar alguma coisa para o mundo ou para mim mesmo.

Modelos são construídos conforme envelhecemos, modelos sobre religião, sobre família, sobre trabalho, sobre sociedade, sobre felicidade. Nesse emaranhado do mundo nenhum modelo é perfeito e por isso mesmo creio que tive aquela visão de oitenta anos. Me despi do dever da conquista e me senti completo estando incompleto.

Antes de ter alguma relação com a arte ou com qualquer outra palavra que possamos inventar, tenho uma relação comigo mesmo, com o ser humano e com seu espírito que chega até mim por ondas de luz e de som, confio no que digo porque não me vem como opção, vem como a água do rio que passa e alimenta, que muda seu percurso e se desvia para o mar, que faz tudo parecer poesia porque tudo que lhe brota naturalmente é.

Falando disso uma amiga me pergunta onde ficaria a importância da formação artística… se formar em arte é um assassinato, não existe uma fôrma para se fazer artistas, o artista é contra a fôrma, essa mesma fôrma quer vestir à todos de gado, descrentes de nosso próprio poder de transformação.

A visão do artista não é só algo a ser lapidado para que o próprio possa assim se tornar uma ponte entre o mundo da superfície e o mundo interior. A visão do artista é a comprovação de que o mundo espiritual e o mundo material estão intimamente unidos pela criatividade.

Temos diante de nós o imenso mar da criação e empobrecemos quando ficamos arraigados nas idéias que nos passaram e não avançamos com um pouco de coragem para quebrar e recomeçar. A tecnologia de nosso corpo está aí o tempo todo se transformando em linguagem, depende da gente encontrar algo próprio para dizer ou continuar repetindo verdades prontas.

Read article